Seções Sindicais do ATENS SN se manifestam contra ajustes fiscais

Movimentos sociais e diversas categorias do funcionalismo público federal, incluindo os profissionais ocupantes de cargo de Nível Superior das Instituições Federais de Ensino, realizaram um Dia Nacional de Paralisação. A categoria foi às ruas de várias capitais brasileiras, na última quarta-feira (23), contra o ajuste fiscal e os cortes no Orçamento propostos pelo governo federal.

Os trabalhadores federais se manifestaram contra o adiamento do (reduzido) reajuste de janeiro para agosto de 2016, a retirada do abono permanência e a não realização de concursos públicos. Para o ATENS Sindicato Nacional, somente com a luta dos servidores será possível garantir direitos, corrigir distorções e ampliar conquistas em busca do devido reconhecimento e valorização dos profissionais ocupantes de cargos de nível superior.

Rio Grande do Norte

Em alguns estados, além de paralisarem os serviços durante todo o dia, as seções sindicais do ATENS SN realizaram atividades de mobilização. No estado do Rio Grande do Norte, os servidores fizeram uma atividade de conscientização no Centro de Convivência da UFRN. A mobilização da ATENS UFV foi no sentido de concentração em sua sede para debater a conjuntura política e mobilização de todos os TNS da UFV. A ATENS UnB Seção Sindical participou da manifestação na Esplanada dos Ministérios em Brasília.

ATENS UFV

ATENS UnB Seção Sindical

Entre os impactos dos cortes para os trabalhadores, o Sindicato Nacional aponta para o congelamento dos salários, a suspensão de concursos públicos e o fim do abono de permanência – incentivo que permite aos trabalhadores deixar de pagar os 11% de contribuição previdenciária sobre os vencimentos, imposto aos aposentados, medidas que impactam negativamente a qualidade dos serviços públicos prestados à sociedade brasileira.

Leia também: ATENS UFV: Relato sobre a Paralisação no dia 23/09/15