Saiba como foi a semana do ATENS SN – 2 a 6 de agosto

Na segunda-feira, com o final do recesso parlamentar, a Frente Parlamentar Mista do Serviço Público retomou as atividades. A reunião contou com mais de 30 participantes, com dois pontos em destaque: as declarações do Presidente da Comissão Especial da PEC 32 que prometem votar o Relatório ainda no mês de agosto e a Greve do Serviço Público no dia 18 de agosto, encaminhada pelo Encontro Nacional de Trabalhadores e Trabalhadoras do Serviço Público. Também foi feito o relato das atividades programadas para o dia 03/08 na Esplanada dos Ministérios, para pressionar os parlamentares contra a PEC 32 no retorno à pauta do Congresso.

À noite, a Diretoria do Sindicato Nacional esteve reunida para tratar da elaboração do Plano Trienal, da avaliação do Encontro Nacional de Trabalhadores e Trabalhadoras do Serviço Público, considerado da máxima relevância para a defesa unitária do serviço público pela 11 Centrais Sindicais, e discutir o indicativo de Greve do Serviço Público do dia 18A. As Seções Sindicais farão Assembleias de base para deliberar a adesão e os sindicalizados diretos serão consultados eletronicamente até o dia 13/08.

No dia 05/08, quinta-feira, a Pública Central do Servidor participou da Audiência Pública da Comissão Especial da PEC 32 e a reunião semanal da Diretoria foi realizada excepcionalmente na sexta-feira, onde foi feito o relato da reunião com o Dep. Arthur Lira, Presidente da Câmara dos Deputados, ocorrida no dia 04/08, para entrega do Manifesto dos Servidores Públicos, documento que registrou os encaminhamentos do Encontro Nacional dos Servidores.

Nesta reunião, o Dep. Arthur Lira afirmou que a PEC será votada ainda em agosto no Plenário da Câmara. Frente à intransigência do deputado, a Pública orienta que os servidores fortaleçam cada vez mais as campanhas contra a PEC32 e participem da Greve Nacional do Serviço Público no dia 18 de agosto.

Ainda na tarde da sexta-feira, dia 06/08, os dirigentes do ATENS SN estiveram reunidos no Fórum de Dirigentes tratando da organização da Greve do dia 18A, indicando a importância da mobilização para a participação da categoria e da articulação das Seções Sindicais com as demais entidades sindicais para a construção de atividades durante o dia de luta.