Reformas da Previdência e Trabalhista e PEC 55 são duramente criticadas em seminário

Crítico ao modelo de reforma da Previdência apresentado pelo governo de Michel Temer (PMDB), bem como ao conjunto de projetos em andamento no Congresso Nacional, a exemplo da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 55, que utilizam a dívida pública como justificativa para corte de direitos sociais e aprofundamento de injustiças, o ATENS Sindicato Nacional participou de seminário nesta terça-feira, 12, em Belo Horizonte/MG, promovido pelo SINDSEMA, ASSEMA e Prunart-UFMG.

Com o tema “Reformas da Previdência e Trabalhista e a PEC 241/PEC 55”, o evento reuniu representantes dos movimentos sociais e sindicais e especialistas para debater os desafios econômicos, jurídicos e políticos relacionados à implementação das propostas encaminhadas pelo governo ao Congresso Nacional, mas que seguem a linha de retirar direitos sociais e trabalhistas.

À luz da adversa conjuntura política e econômica do país, foram debatidos, ainda, os novos esquemas de geração da dívida da União, o programa neoliberal que está sendo implementado com um diagnóstico que demoniza o Estado, os trabalhadores, as políticas sociais e os direitos das pessoas, e os desafios da luta sindical num cenário de criminalização dos movimentos.