MEC suspende 270 cursos universitários após resultados ruins em avaliações

O Diário Oficial da União publicou hoje a relação de 270 cursos universitários que estão proibidos de abrir novas vagas por serem reincidentes em resultados ruins nos sistemas de avaliação do Ministério da Educação. A suspensão é imediata e afetará eventuais vestibulares marcados para o fim deste ano e começo de 2014.

Entre os cursos suspensos está o de Direito da Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep), além de sete da Estácio de Sá, quatro da FMU e quatro da Federal do Paraná.

Ao todo, a punição afeta 44.069 vagas do ensino superior no país. A avaliação do MEC considera o desempenho dos estudantes no Enade, a estrutura física e pedagógica das instituições e a qualidade do corpo docente – que formam o Conceito Preliminar de Curso (CPC).

“Nenhum aluno entrará nesses cursos. Se essas instituições estão ou não em período de vestibular, não sei dizer. Mas nenhum aluno a partir de agora será matriculado nesses 270 cursos”, disse ontem o ministro da Educação, Aloizio Mercadante.

No CPC deste ano, 761 cursos tiveram resultados insatisfatórios, sendo que 270 deles repetiram o desempenho ruim pelo segundo ciclo seguido de avaliação. Esses terão de assinar com o governo um protocolo de compromisso, prevendo melhorias na composição e regime de trabalho docente, na infraestrutura e na organização pedagógica dos cursos.

Todos terão assinar um protocolo com o governo prevendo melhorias.

Entre os cursos, 118 terão as vagas congeladas até que todo o protocolo tenha sido cumprido. Os demais 152, que demonstraram alguma melhoria entre os dois ciclos de avaliação, podem ser autorizados a abrir novos vestibulares ao longo de 2014.

Fonte: Rede Brasil Atual