Lideranças da Pública defendem amplo debate sobre a Reforma da Previdência em Brasília

Após encontro com senadores na última terça (13), em Brasília, para debater medidas contra o fim da contribuição sindical, o secretário-geral Antônio Carlos Fernandes e o diretor financeiro Aires Ribeiro continuaram os trabalhos na Capital Federal. No dia seguinte (14), com objetivo de ampliar as discussões sobre a tramitação da PEC 287/2016, de autoria do Governo Federal, que trata da reforma da previdência, eles participaram de nova reunião, na Câmara dos Deputados, com o parlamentar Chico Lopes (PCdoB-CE), que preside a Comissão de Legislação Participativa.

Na ocasião, estiveram presentes outras importantes lideranças do setor público. Antônio Carlos e Aires Ribeiro, contribuíram no desenvolvimento de novas alternativas, a fim de amadurecer o diálogo com entidades representativas, sociedade civil e demais interessados na reforma previdência.

Segundo Antônio Carlos o deputado Chico Lopes foi solícito, ouviu os anseios e entendeu o ponto de vista do trabalhador “nos moldes em que a matéria se encontra atualmente vai prejudicar a vida dos brasileiros” afirmou. O parlamentar, acatou e levou a sugestão das lideranças ao Plenário da Câmara, que apesar de votar pela admissibilidade da matéria, deverá proceder com todas as etapas para concluir e votar a PEC. Antônio Carlos completou ainda, “como representantes dos servidores, vamos fortalecer movimentos e cobrar responsabilidade na aprovação de uma decisão tão delicada” completou.

De acordo com Aires os passos iniciais representaram uma grande conquista: um prazo maior para apreciação da PEC pelo legislativo. “Ampliar o debate sobre um assunto tão importante para o futuro da Nação, neste momento, é o mais coerente. Reforma previdenciária não se faz da noite para o dia, mas com responsabilidade e alicerçada em conselhos de todos os setores da sociedade, inclusive o movimento sindical” explicou.

Fonte: Site da Central Pública