COMUNICADO À CATEGORIA – PEC 32

O ATENS Sindicato Nacional, frente ao avanço da PEC 32 – Reforma Administrativa, aprovada na Comissão Especial da Câmara de Deputados na última quinta-feira, convoca a categoria a manter a mobilização contra a votação no Plenário, que poderá ser pautada a qualquer hora pelo presidente da Câmara Arthur Lira.

Muito já se discutiu sobre os efeitos danosos da proposta, não apenas para todos os servidores públicos federais, estaduais e municipais, das três esferas de governo, ativos e aposentados, mas principalmente para a população mais vulnerável que terá o acesso aos seus direitos sociais usurpado, sendo transferido para a iniciativa privada, que buscará lucrar com as necessidades essenciais do povo para a sua sobrevivência.

Trata-se de expandir privilégios para o mercado e ampliar a interferência política na gestão pública, cujas consequências são a destruição do Estado de Bem-Estar Social pactuado na Constituição Cidadã e a completa miserabilidade da sociedade que hoje sofre com 41,1 milhões de pessoas na extrema pobreza e 117 milhões em condições de insegurança alimentar. Neste cenário de devastação social e econômica, a crise sanitária deixa o rastro de 600 mil mortos e uma legião inumerável de brasileiros com sequelas as mais diversas, famílias enlutadas empobrecidas como resultado da reforma da previdência que rebaixou as pensões, as aposentadorias por invalidez e os benefícios de prestação continuada (BPC), mais de 130 mil crianças órfãs.

Não podemos ficar calados e assistir a extinção do serviço público!

Por isso, conclamamos que cada TNS esteja mobilizado junto com os colegas que estão em Brasília e em várias outras ações nas capitais. Envie mensagem para os deputados federais, participe das atividades de mobilização!

Cada um de nós pode contribuir para essa luta que é de todos os servidores, mas, acima de tudo, de toda a sociedade e de todos os cidadãos brasileiros, pelo futuro do nosso país!