ATENS SN reafirma sua pauta de reivindicações em favor dos TNS

Frente a mais uma greve deflagrada pelos servidores técnico-administrativos em educação, nas universidades, na última segunda-feira (17), o ATENS SN reafirma aos sindicalizados que se mantém firme nas suas responsabilidades em defesa dos Técnicos de Nível Superior.

O ATENS SN não cederá em sua obrigação de encaminhar, de forma equilibrada e responsável, a luta da categoria no rumo da superação do impasse atual da quebra da matriz de vencimento básico do PCCTAE, e, consequentemente, no redimensionamento da malha salarial.

É de conhecimento público que a luta e o foco do ATENS Sindicato Nacional é a quebra da matriz do PCCTAE. Para tanto, buscamos apresentar propostas diretas como o pedido de revisão do Plano de Cargos e Carreira dos Técnico-Administrativos em Educação (PCCTAE), em razão da ilegalidade da Lei nº 11.091/2005, e da implementação imediata de uma tabela específica de remuneração equivalente à matriz de remuneração dos médicos 40 horas do PCCTAE. Estas proposições foram protocoladas na Presidência da República sob o nº 00063.0063-44/2013-11, na Secretaria de Gestão Pública do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP) e no Ministério da Educação (MEC), este último protocolado sob o nº 05100.007296/2013-16.

É preciso manter a perspectiva da negociação e da firmeza dos interesses da categoria. A mobilização desse segmento é fundamental para que o governo volte seu olhar para a carreira dos Técnicos de Nível Superior das Universidades.

Desta forma, reafirmamos a atitude propositiva, plural e democrática do nosso Sindicato e a disposição em dar continuidade ao esforço para assegurar conquistas e realizações, conclamando a categoria a reforçar a luta pela construção de um projeto que valorize, adequadamente, os profissionais de todos os níveis e que tenha compromisso com a reestruturação da carreira dos TNS baseada na dignidade, reconhecimento e valorização do trabalho, bandeira de luta da nossa categoria.

A Diretoria do ATENS SN entende que a greve, instrumento legítimo de luta, deve ser adotada apenas quando esgotadas todas as possibilidades de negociação, o que ainda não ocorreu.

Diante do exposto, o ATENS SN recomenda aos Técnicos de Nível Superior que, neste momento, se mantenham presentes em seus setores de trabalho e não paralisem suas atividades.

 Viçosa, 24 de março de 2014.

 DIRETORIA DO ATENS SINDICATO NACIONAL